Sindicato dos agentes penitenciários requer formação imediata para todos os aprovados no último concurso


Secretaria da Justiça (Sejus) e Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (SIndasp/CE) definiram, na manhã desta terça-feira (23), o cronograma do curso de formação dos candidatos classificados no último concurso para agente penitenciário. O presidente do Sindasp/CE, Valdemiro Barbosa, requereu celeridade e, na ocasião, sugeriu que a realização do curso seja simultaneamente para todos os aprovados. O pedido do sindicalista veio após a Comissão organizadora comunicar que a formação dos novos agentes seria dividida em três períodos diferentes. A secretária Socorro França concordou com a sugestão da Diretoria do Sindasp/CE.

O presidente do Sindasp/CE se respaldou na defasagem do efetivo de agentes penitenciários no Estado para tratar do assunto. Barbosa informou que o número de 2.210 agentes é insuficiente para atuar diante a massa carcerária do Ceará. “Para suprir essa carência seria necessário um aumento substancial  de 3.600 agentes, mas vamos trabalhar inicialmente com esses agentes aprovados”, disse Valdemiro Barbosa.

O presidente do Sindasp/CE garantiu que buscará a nomeação do cadastro de reserva, visto que atualmente a massa carcerária no Ceará já atinge a margem de 28 mil presos, dificultando cada vez mais o trabalho nas unidades prisionais.

Publicado em 23/01/2018, categoria: Notícias do Sindicato por

Deixe o seu Comentário