Notícias do Sindicato

Sindasp/CE critica falta de investimentos na segurança das unidades prisionais

escrito por SINDASP-CE
Enquanto as facções criminosas realizam uma queda de braço e, pleiteiam novas áreas para venda de drogas e grandes assaltos, tudo de dentro das unidades prisionais. Diariamente os agentes penitenciários arriscam a própria vida em defesa da sociedade e dessa vez não foi diferente. Nessa terça-feira(8), foram registradas duas ações ousadas. O primeiro fato se deu na penitenciária de Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza, quando bandidos tentaram resgatar presos de alta periculosidade. Horas depois, a cerca de 500 quilômetros de distância da capital cearense, na Penitenciária Regional do Cariri, um cenário propício para confrontos entre detentos acontecia. A Sejus registrava uma rebelião e muita briga entre grupos rivais, mas pasta acredita que os presos tentavam na realidade escapar do presídio.
Vale ressaltar a necessidade de compra de armamentos não letais e acessórios de segurança para os agentes penitenciários, visto que no cariri, por exemplo, em meio ao fogo cruzado, alguns agentes enfrentaram os criminosos sem a devida proteção, utilizando coletes balísticos vencidos. Como não bastasse a insalubridade do servidor penitenciário, a equipe ainda estava sem munições não letais, colocando em risco os 16 agentes plantonistas. A família do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciários (Sindasp/CE) se orgulha da categoria e lamenta a falta de investimento nas unidades prisionais.
Vejam a matéria publicada no Diário do Nordeste:
http://blogs.diariodonordeste.com.br/cariri/juazeiro-do-norte/presos-de-faccoes-criminosas-rivais-se-rebelam-na-penitenciaria-do-cariri-em-juazeiro/

Sobre Autor

SINDASP-CE

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.