Notícias do Sindicato

Sindasp-Ce e SAP se reunem para dialogar sobre permutas

escrito por SINDASP-CE

Visando acelerar as negociações das reivindicações da categoria apresentadas na última semana, sindicato volta à SAP para cobrar as soluções prometidas

Na manhã desta terça-feira (12) a direção executiva do Sindicato dos Agentes e Servidores Públicos do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp-Ce) esteve em reunião na sede da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) para agilizar junto ao Secretário de Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, a questão das permutas consecutivas.

Uma das pautas de interesse da categoria apresentadas pelo Sindasp-Ce e com promessa de conclusão pela SAP, foi a implementação das permutas consecutivas que, de acordo com a presidente do Sindasp-Ce, Joélia Silveira, o secretário Mauro Albuquerque declarou que já está modificando a portaria com a mudança no Procedimento Operacional Padrão (POP) e que seria publicada até o final da semana no Diário Oficial do Estado (DOE).

Caso seja publicada, os policiais penais já teriam acessos às quatro (4) permutas a partir de sexta-feira (15) ou sábado(16).

Horas extras

Um grupo de policiais penais entrou em contato com o Sindasp-Ce para verificar o porque das horas-extras não terem sido pagas. A diretoria levou a questão para a reunião para saber se o problema devia-se a alguma limitação financeira devido à pandemia ou a documentação.
O Coordenador da Célula de Controle, Segurança e Disciplina, Moreira afirmou que as horas-extras não haviam sido pagas devido a falta de documentações, como relatório da extra, folha de frequência com adicional noturno e o relatório de biometria, pois o pagamento se dará com a respectiva documentação que deve ser enviada pela unidade, pois o regime hoje é automatizado.
A direção do Sindasp-Ce orienta que os policiais penais que executaram horas-extras e não receberam devem procurar a direção da unidade prisional para ser enviada a Célula de Controle, Segurança e Disciplina.

Mais demandas

Já sobre aqueles que são do grupo de risco e foram afastados devido o perigo de contaminação do Covid-19, irão permanecer em trabalho remoto e com suas remunerações mantidas.

Dentro do assunto do Covid-19 dentro das unidades prisionais, o sindicato foi informado que cada unidade irá receber atomadizadores que fará pulverização e higienização local e ambiental, que durará por um período de três meses.

Sobre Autor

SINDASP-CE

1 comentário

  • O Secretário Mauro não poderia intervir junto ao Governo para agilizar a aprovação da Polícia Penal na Assembleia Legislativa do Ceará?

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.