Presidente do Sindasp/CE critica irregularidades no sistema prisional e exige nomeação de novos agentes


O presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp/CE), Valdemiro Barbosa, criticou na manhã dessa segunda-feira (15), durante entrevista a TV Cidade, as irregularidades no funcionamento das unidades prisionais cearenses após o caso de estupro de vulnerável.

Barbosinha considerou como inaceitável uma criança entrar, em qualquer que seja a instituição prisional, em um local onde os presos ditam as regras. O líder classista levou em consideração as dependências superlotadas sem qualquer controle nos pavimentos. “Esse tipo de visita tem que ser no parlatório”, alertou o representante da categoria.

Ainda na reportagem, Barbosinha falou que não há como organizar o sistema diante da atual situação carcerária. “São poucos agentes de plantão, e no dia de visita, entram cerca de 1.700 pessoas somente na unidade em discursão”, completou.

O sindicalista requer a imediata nomeação do cadastro de reserva, além de retificação do edital do último concurso, possibilitando, assim, o ingresso de novos agentes no sistema prisional que atualmente enfrenta um déficit de 4 mil servidores penitenciários.   

Deixe o seu Comentário