Notícias do Sindicato

POLICIAIS PENAIS SERÃO TESTADOS APÓS CONTATO COM PRESO COM COVID-19

escrito por SINDASP-CE

Sindasp-Ce havia solicitado os testes para os agentes da CPLL 6 além de entregar uma série de sugestões de medidas para o combate ao Covid-19 no sistema prisional
Após ação da direção do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp-Ce), os agentes que tiveram acesso ao detento da Unidade Prisional Sobreira Amorim (CPPL 6) que foi diagnosticado com Covid-19, serão testados para o Coronavírus.
A diretoria do Sindasp-Ce entrou em contato com a Secretária de Administração Penitenciário do Estado do Ceará (SAP) e enviou por e-mail um requerimento no dia 10 de abril para que todos os policiais penais da CPPL-6 fossem testados. O mesmo documento pedia urgência para os policiais penais que tiveram contato com o preso.
A presidente do Sindasp-Ce, Joélia Silveira, disse que a prioridade maior sempre será a vida do agente e agradece o rápido atendimento dado aos policiais penais, mas, afirma que ficará apreensiva enquanto não houver um plano emergencial que atenda o conjunto do sistema, por isso espera que seja construída uma unidade para o enfrentamento da pandemia e deixará o sindicato em alerta para seguir cobrando soluções que visem o bem estar da categoria e da sociedade.
No mesmo documento o sindicato também propôs uma série de medidas como:
1. Envio de termômetros digitais para as unidades prisionais para a aferição da temperatura de todas os servidores que adentrarem nesses locais;

2. A disponibilização frequente de máscaras, luvas, álcool gel, dentre outros materiais recomendados pela Organização Mundial de Saúde e Ministério da Saúde para os servidores que estão em contato direto com os detentos;

3. Manutenção e ampliação dos protocolos de desinfestações/desinfecções diárias das dependências das unidades prisionais, notadamente, em face do grande acúmulo de pessoas que ali estão e transitam.

No material o Sindasp-Ce também orientou que seja desenvolvido um protocolo de afastamento imediato da unidade prisional de presos que venham a ser infectados para impedir o avanço da doença. Além disto, foi solicitado que sejam reservados leitos de UTI ou que sejam construídos hospitais de campanha próximos aos maiores complexos penitenciários.

Sobre Autor

SINDASP-CE

1 comentário

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.