Notícias do Sindicato

LIVE SINDPPEN-CE: Sindicato apresenta Proposta do Projeto de Lei Complementar

escrito por SINDASP-CE

Proposta do projeto está disponível no site do sindicato.

Na tarde desta sexta-feira (28), a diretoria do Sindicato dos Policiais Penais e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindppen-Ce) apresentou a Proposta do Projeto de Lei Complementar que regulamenta a Policia Penal do Estado do Ceará em live feita pelo Facebook oficial do Sindppen-Ce.

A presidente Joélia Silveira iniciou a live informando que essa apresentação já era um compromisso da diretoria desde a última Assembleia virtual realizada e esclareceu que nada está definido. “Estamos disponibilizando a proposta para que a categoria tenha acesso, para que depois o Projeto possa ser debatido de forma presencial, através de seminários ou Assembleias”, explica a presidente.

A live dessa sexta-feira foi para apresentação da proposta e para informar aos policiais penais que já se encontra disponível no site do sindicato para download.

A direção ainda informou que há uma comissão formadas por policiais penais que irão trabalhar junto ao Sindppen-Ce para começar a debater o projeto dentro das unidades e trazes as propostas da categoria e, a partir daí, debater os pontos importantes que serão inseridos ou retirados da proposta.

“A live de hoje não delibera nada, apenas apresentamos o projeto para a categoria e solicitamos aos policiais penais que baixem a proposta disponível no site e leiam com cautela. É importante que a categoria venha se inserir nesse projeto e trabalhar nele junto com o sindicato pois esse projeto irá valorizar e garantir nossos direitos e prerrogativas, deve ser trabalhado com tranquilidade”, finaliza o vice-presidente, Daniel Mendes.

A proposta do Projeto de lei Complementar está disponível:

http://sindaspce.org.br/wp-content/uploads/2021/05/PROJETO-DE-LEI-COMPLEMENTAR-POLICIA-PENAL-.pdf

 

Sobre Autor

SINDASP-CE

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.