Notícias do Sindicato

Diretoria do Sindppen-Ce apresenta balanço das ações da nova gestão nesse ano de 2020

escrito por SINDASP-CE

Entidade já abriu canal de negociação sobre diversos pleitos da categoria, fechou parcerias, segue atuante mesmo em cenário adverso provocado pela proliferação do Covid-19 e aprovou reajuste salarial em Assembleia virtual

A diretoria executiva do Sindicato dos Policiais Penais do Estado do Ceará (Sindppen-Ce) irá fechar seu primeiro ano de gestão em janeiro de 2021 em um momento delicado do cenário mundial a partir da proliferação do Covid-19 (Coronavirus). Ainda assim, para os diretores, é possível considerar que as ações até o momento foram positivas e aconteceram dentro do tempo possível, “tendo em vista que com a greve de outras categorias e a quarentena, algumas questões foram prejudicadas para além do controle de nossa categoria”, afirma Joélia Silveira, presidente do Sindppen-Ce.
Contudo, os diretores do Sindppen-Ce, acreditam que, mesmo com a impossibilidade da realização de assembleias presenciais devido a quarentena, tem sido positivo o balanço das ações realizadas e apresenta um balanço geral das ações de 2020 para que a categoria tome conhecimento da luta da entidade, desde a primeira da Assembleia Geral Ordinária realizada em janeiro até a Assembleia Geral Virtual, realizada no dia 27 de agosto no qual a categoria aceitou o reajuste salarial de 24%.
Sabendo que esse primeiro ano foi atribulado tanto pela pandemia, tanto pelas péssimas condições a qual o sindicato foi repassado para a nova gestão, a diretoria do Sindppen-Ce avalia como positivo todo processo de atuação dos diretores em meio a tanto revés: “Esperamos que no próximo ano, junto com a liberação da vacina contra o coronavírus as ações do sindicato se intensificará e as mais conquistas deverão acontecer, pois não há vitória sem muita luta” declara Rafael Magno, diretor financeiro do sindicato.

As Campanhas
A direção lançou no seu primeiro ano de gestão duas importantes campanhas: Campanha “Eu me Protejo, Eu te Protejo” lançada em abril, teve como objetivo diminuir casos de contaminação na categoria, reforçar a importância da polícia penal na defesa da sociedade, além de incentivar o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) e alertar sobre os cuidados que os policiais penais devem ter dentro das unidades prisionais para evitar a proliferação do Covid-19 (Coronavírus), a campanha teve destaque tanto na imprensa cearense como na imprensa nacional e teve elogios de vários sindicatos de outros estados.
Campanha Polícia Penal, Já! nasceu com dois objetivos: mostrar à sociedade sobre a importância do agente prisional (hoje policial penal) e sua valorização profissional além de regulamentar profissionalmente a categoria, o que foi uma vitória conquistada pela nova gestão.

As ações
O Sindicato deu entrada em vários requerimentos junto a Secretária de Administração Penitenciária (SAP), participou de reuniões, cobrou a efetivação de demandas colhidas junto a categoria em visitas aos locais de trabalho e recebeu resposta positiva por parte dos gestores. Na pandemia, o sindicato deu início a campanha de prevenção contra o Covid-19 e buscou canais de negociação sobre as pautas aprovadas em assembleia, sendo elas:
1 – A homologação do estágio probatório, onde vários servidores do concurso de 2011, que ingressaram em 2013 e 2014, ainda não tinham seus estágios probatório homologados e, com isso, o processo de ascensão funcional de 2018 encontrava-se atrasado. A direção do sindicato buscou o diálogo e a articulação com o Governo sanado assim, essa situação.
2 – A ascensão funcional de 2018 encontrava-se atrasada, no qual seu pagamento deveria ter ocorrido no ano passado. Diretoria mais uma vez entrou com articulação, buscando resolução. Os valores foram devidamente pagos.
3 – Projeto dos desvios de função: uma luta de décadas que, finalmente, a diretoria atual conseguiu. O diálogo foi, além da Secretária de Administração Penitenciária, o Governo do Estado e parlamentares, resolvendo, então, essa questão e sanado essa injustiça com esses servidores que dedicaram suas vidas ao sistema.
4 – Projeto de emenda que cria a Polícia Penal estadual: uma luta de décadas pela valorização profissional e reconhecimento da importância do trabalho realizado para a segurança pública do Estado, pelos profissionais de segurança penitenciária nas unidades prisionais.
5 – Reposição salarial e auxílio alimentação: mesmo diante da crise da pandemia do Covid -19 que vem causando uma instabilidade econômica e social, o sindicato buscou a negociação e conseguiu 24% de reposição e o auxílio alimentação integral para toda categoria. Com isso, a atual diretoria vem cumprindo com os compromissos firmados com a categoria.
“Cabe a nós provocar os gestores para negociar os interesses da categoria, levar os projetos e as reivindicações e cobrar com a consciência de que esse processo não ocorre da noite para o dia, e que devemos insistir para que nossas propostas e projetos que foram negadas ou adiadas venham a ser aceitas e oficializadas, e caso contrário, exauridos os canais de negociação, convocar a luta dos policiais penais”, explica a presidente do Sindppen-Ce, Joélia Silveira.
O Sindppen-Ce disponibiliza no site do sindicato todas as ações destacadas por data e uma aba em destaque onde a categoria encontra os convênios atualizados.

Assista ao vídeo:

 

 

Sobre Autor

SINDASP-CE

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.